Carl De Keyzer

ÍNDIA. Rio de Janeiro. Bombaim. Vila dos Pescadores. 1985.

Belga, b. 1958

“Eu quero questionar as imagens que estão na nossa memória. Há sempre um nível duas vezes no meu trabalho, o que você vê é verdadeiro e ao mesmo tempo, não é verdade.”

Carl De Keyzer se juntou a Magnum Photos, em 1990 e tornou-se um membro pleno em 1994.

RUSSIA. Bratsk. 1989.

De Keyzer, que expõe o seu trabalho regularmente em galerias européias, coleciona um grande número de prêmios, incluindo o Prêmio Livro do Festival de Arles, o W. Eugene Smith Award (1990) e o Prêmio Kodak (1992).

ALBÂNIA. Durres. 1995.

E.U.A.. New Smyrna Beach. A Igreja de Deus da Profecia. Avivamento pentecostal realizado para atrair novos membros para a pequena igreja.1990

De Keyzer gosta de enfrentar grandes projetos e temas gerais. Uma premissa básica na maior parte do seu trabalho se dá em comunidades superpovoadas, onde estão à beira do colapso. Seu estilo não é dependente de imagens isoladas, ele prefere um acúmulo de imagens que interagem com o texto (muitas vezes tomadas dos seus próprios diários de viagem). Em uma série de quadros grandes, ele cobriu a Índia, o colapso da União Soviética e – mais recentemente – o poder na política mundial.

ROMÊNIA. Brasov. 1994.

UZBEQUISTÃO. Urgench. 1989.

RÚSSIA. Sibéria. Região de Krasnoyarsk. Novobirusinsk. Campos de prisioneiros. Ex Goelags. Project “Zona”. 2002.

www.carldekeyzer.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: